Mapeamento de riscos: como ter suporte para tomar decisões mais assertivas?

By 11 de janeiro de 2018Slider
Mapeamento de riscos: como ter suporte para tomar decisões mais assertivas?

As doenças ocupacionais são motivo de preocupação para os gestores de RH (Recursos Humanos) e para os empresários, já que impactam diretamente os negócios. Trabalhadores doentes produzem menos, faltam mais e demandam maiores gastos com tratamentos e ainda impactam negativamente na sinistralidade dos planos de saúde.

As organizações necessitam de soluções que minimizem a ocorrência de doenças ocupacionais, ou seja, as empresas necessitam trabalhar com a prevenção e com a predição em saúde.

Afinal, uma coisa é certa: doenças ocupacionais estão diretamente relacionadas ao tipo de atividade que o colaborador executa. Sendo assim, é possível trabalhar a prevenção minimizando os riscos envolvidos na execução das atividades, ou seja, fazendo o mapeamento de riscos.

Além disso, o mapeamento ajuda na tomada de decisões em saúde ocupacional, tornado-a mais eficiente e reduzindo seus custos. É sobre esse tema que falaremos no blog post de hoje. Confira e aprenda a tomar decisões assertivas em saúde ocupacional.

Como fazer o mapeamento de riscos e utilizá-lo a seu favor

Para fazer o mapeamento de riscos siga os seguintes passos:

Passo 1: Elabore um questionário que lhe ajude a traçar o perfil de saúde dos colaboradores e aplique-o.

Passo 2: Reúna todas as respostas e faça um levantamento com as informações obtidas sobre a situação de saúde dos seus colaboradores.

Passo 3: Trace o perfil epidemiológico da empresa. Vale lembrar que a utilização de tecnologias, como softwares, facilitam muito a execução dessas etapas.

Passo 4: Com o perfil epidemiológico traçado, analise as informações. Estude os dados e compreenda as necessidades dos seus colaboradores.

Passo 5: Agora que você já conhece as necessidade, os riscos, as principais patologias que acometem os colaboradores, você pode traçar estratégias eficazes para minimizar os riscos, prevenir e tratar as doenças.

Passo 6: Implemente as ações de prevenção como por exemplo: atendimentos in company e ações de ergonomia.

Passo 7: Meça os impactos das ações e continue ou redirecione as estratégias.

Como obter os melhores resultados em saúde ocupacional para os seus clientes

O mapeamento de riscos só será realmente eficiente se os dados forem coletados da maneira adequada e se forem bem analisados. Caso contrário, a estratégia pode ficar comprometida. Por isso, é muito importante que você tenha ao seu lado uma empresa que seja realmente parceira e atue como consultora junto com você.

A RH Health tem expertise em saúde ocupacional e possui tecnologias que ajudam as corporações a trabalhar de maneira eficaz com o levantamento de dados e com o mapeamento de riscos.

Nós realizamos um cruzamento de dados da saúde dos funcionários com os dados de saúde mundial. Atuamos como consultores, junto com o corretor, deixando sempre a empresa a par de tudo que está acontecendo para que assim as melhores decisões preventivas sejam tomadas.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS): a riqueza de uma empresa depende da saúde dos trabalhadores. Assim, é preciso investir no bem-estar dos mesmos e minimizar riscos. A medicina preventiva atua para  preservar a saúde dos colaboradores, sendo determinante para a produtividade das empresas.

Então, que tal começar a oferecer agora mesmo as melhores soluções de prevenção e inteligência em saúde ocupacional? Entre em contato conosco e saiba como.