Segurança do trabalho: 7 dicas importantes para o dia a dia da empresa

Background image created by Chaay_tee - Freepik.com

Dia Nacional de Prevenção de Acidentes de Trabalho foi celebrado em 27 de julho. Trata-se de uma data muito importante para as empresas. Afinal de contas, segurança do trabalho é um fator essencial no dia a dia das companhias. Não à toa, grande parte delas exibe o famoso quadro que conta o número de dias sem incidentes no ambiente de trabalho. E quanto maior esse número for, melhor.

Essa é uma data do calendário local. O Brasil foi o primeiro país a ter um serviço obrigatório de medicina e segurança do trabalho em empresas com mais de cem funcionários. Esse passo foi dado, evidentemente, em um dia 27 de julho, em 1972. O responsável pela iniciativa foi o ministro do Trabalho Júlio Barata.

A segurança do trabalho dentro de uma empresa é sinônimo de qualidade e bem-estar para os colaboradores. Tomando as medidas corretas, é possível evitar situações de risco e contribuir para um ambiente de trabalho saudável e que traga satisfação a todos.

Além de manter a saúde do trabalhador em dia, o que é mais importante, pode gerar economia para os empregadores. Afinal, diminui-se o número de absenteísmo e de sinistros com planos de saúde. E, como se sabe, este segundo onera demais a folha de pagamentos.

Por isso, nunca é demais dar dicas de segurança do trabalho. O gancho do dia comemorativo pode ser aproveitado, mas este é um post que você pode guardar e exibir aos seus colaboradores sempre.

Abaixo, então, selecionamos sete dicas.

 

#1 – Oriente os colaboradores a realizar exercícios diários

Ao realizar algumas atividades no trabalho com movimentos repetitivos ou postura inadequada, podem ocorrer lesões. Inflamação e irritação em tendões, músculos, articulações e juntas, por exemplo. São chamadas Lesões por Esforços Repetitivos, ou LER, na sigla mais conhecida. Também são conhecidas como Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho, ou DORT.

Oriente os profissionais a tirarem alguns minutos do tempo a cada hora de trabalho para fazer alguns exercícios simples que podem fazer toda a diferença na prevenção dessas doenças. Isso ajuda demais na segurança do trabalho de todos.

Alguns deles são estes:

Segurança do trabalho dicas1

Segurança do trabalho dicas2

 #2 – Invista em mesas e cadeiras reguláveis

A postura no ambiente de trabalho também é um fator essencial para evitar dores e possíveis lesões nas costas e na nuca. Sendo assim, é essencial providenciar mesas e cadeiras reguláveis, para que sejam adaptadas de acordo com o tipo físico do colaborador.

O site blitzresults.com produziu alguns infográficos que dão dicas para evitar esse evento comum relacionado à medicina e segurança do trabalho.

Abaixo, um pequeno guia para ser usado na hora de orientar um colaborador para que ele se sente corretamente no dia a dia.

Segurança do trabalho3

Em relação à postura, é essencial que esteja adequada quando se estiver sentado. Atitudes simples, como manter as costas retas e os braços e punhos apoiados de forma confortável, já ajudam. A figura abaixo também ilustra isso.

Segurança do trabalho4

 

#3 – Faça a sinalização adequada do ambiente de trabalho

Nas instalações de trabalho, o ideal é implantar sinalizações nos ambientes, que têm como objetivo alertar os colaboradores e os visitantes sobre os riscos existentes ali e outras informações imprescindíveis para a segurança no local.

Por exemplo, quando um chão estiver molhado ou escorregadio, informe isso. Pode evitar quedas, que não apenas farão com que as pessoas não se machuquem, mas, também, que o caso vá parar na justiça. Afinal de contas, sua empresa pode ter de responder legalmente se não tomar esse tipo de medida preventiva.

Em casos de incêndio, também é importante investir em detectores de fumaça, alarmes e extintores em pontos estratégicos para garantir a segurança de todos.

 

#4 – Selecione e oriente os profissionais de Cipa e brigadistas

No início de cada ano, devem ser realizadas eleições internas, nas quais todos os colaboradores podem concorrer, para escolher os representantes da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes, conhecida como a Cipa.

Os representantes da Cipa estão aptos para observar e relatar as condições de risco nos ambientes de trabalho e solicitar medidas para reduzir e até eliminar esses riscos existentes.  Por isso, é uma equipe essencial de segurança do trabalho para fazer os colaboradores se sentirem mais protegidos e confiantes.

Os brigadistas também são voluntários da empresa. Estão preparados para identificar e neutralizar os fatores que contribuem para a evolução de um incêndio, os efeitos da fumaça e como controlá-la, compreender as características do isolamento térmico e muito mais.

Por isso, em caso de emergência, estarão preparados para orientar todos os colaboradores.

 

#5 – Organização e limpeza são essenciais na segurança do trabalho

Quando se fala de ambiente de trabalho coletivo, deve-se sempre ter em mente que a organização e a limpeza dependem de todos. Por isso, é importante mostrar preocupação com esses fatores. Pode parecer uma dica boba, mas tem um impacto significativo na qualidade de vida dentro da empresa.

A poeira e a sujeira aumentam as chances de surgimento de bactérias e microrganismos que possam prejudicar a saúde de todos. Sendo assim, contar com uma equipe de limpeza dedicada é de benefício de todos.

As vantagens de um ambiente de trabalho organizado também são inúmeras. Isso contribui para que os funcionários consigam encontrar tudo o que precisam. Também melhora a rotina e aumenta a produtividade.

Chegar para trabalhar e encontrar o local bagunçado é desestimulante. Começar o dia desta maneira não é legal para você e muito menos para os seus colaboradores. Além disso, se o chefe for bravo e perfeccionista, vem bronca por aí. 🙂

 

#6 – Promova ginástica laboral

Ginástica laboral nada mais é do que uma pausa no meio do dia, sob a orientação de um profissional, para um pouco de ginástica. Esse profissional, normalmente um professor de educação física, promove rápidos e simples alongamentos, assim como exercícios de respiração.

Normalmente, pode ser uma coisa considerada chata pela equipe. Mas, feita da maneira correta, vai acabar entrando na rotina de todo mundo. Com descontração, é possível engajar todo mundo e transformar a atividade em algo prazeroso.

A frequência pode ser variada durante a semana. Cada sessão não dura mais do que 20 ou 25 minutos, ou seja, a produtividade não fica tão comprometida assim.

 

#7 – Invista e incentive a prática de esportes

Você sabia que 31% das empresas do Brasil já possuem academias dentro de suas dependências, segundo dados de um estudo feito pela Great Place to Work?

Sabia que 37% dão subsídios para atividades físicas?

Sabia que 92% têm alguma ação relacionada à prática de atividades coletivas?

Mais do que nunca, o funcionário dá valor para esse tipo de benefício na hora de tomar uma decisão. E isso, diretamente, acaba se transformando em um aliado poderoso para manter a segurança do trabalho em dia.

Sem contar que gera números interessantes para que o setor seja ponto-chave para uma estratégia de sucesso na companhia. Falamos sobre isso em um post recente e você pode ter acesso ao texto clicando aqui.

 

E aí, a segurança do trabalho não depende disso?

Implante essas dicas na sua equipe. Você verá que, rapidamente, o ambiente de trabalho ficará muito mais produtivo e saudável.

Lembre-se de que, com medidas de medicina e segurança do trabalho, você colhe frutos. E, para a gestão disso, a RH Health pode sempre te ajudar. Basta entrar em contato conosco.

 

Leia também:

Análise ergonômica do trabalho: precisamos falar sobre isso
https://www.rhhealth.com.br/sobre-analise-ergonomica-do-trabalho/

Saúde ocupacional: por que vale a pena investir na gestão
https://www.rhhealth.com.br/saude-ocupacional-investir-gestao/

Faltas: como gerenciar o excesso, otimizar custos e obter resultados para a empresa
https://www.rhhealth.com.br/como-gerenciar-excesso-faltas/