Colaboradores com problemas? Conheça quatro opções que vão ajudar a sua empresa

Colaboradores com problemas

Os colaboradores são os recursos mais valiosos de uma empresa. A corporação que tem uma equipe saudável e produtiva tem muito mais força e capacidade de superar dificuldades. Afinal, quem tem uma equipe doente e infeliz corre riscos e fica despreparado frente aos revezes do mercado.

O consultor holandês Arie de Geus, que trabalhou 38 anos na Shell, inclusive no Brasil, disse, em entrevista ao jornal “Folha de S.Paulo”, que “hoje, o principal ativo de uma empresa é o capital humano. Quem sacrificar isso tenderá a morrer. Pode demorar de cinco a dez anos, no caso de uma grande companhia, mas ela tende a morrer ou ser engolida por outra empresa”.

De acordo com a pesquisa Global Human Trends, realizada pela Deloitte, agência de auditoria e consultoria empresarial, quase 80% dos líderes de RH consideram a experiência do trabalhador como uma tendência importante para a sobrevivência da empresa.

E entenda por “experiência do trabalhador” engajar os funcionários e oferecer a eles a mesma experiência do consumidor final.

Muitos gestores, então, já começaram a criar programas e estratégias para melhorar a experiência dos colaboradores, mas pensando isso de uma maneira integrada com os negócios. O motivo é simples: funcionários motivados ficam menos doentes, são mais produtivos e permanecem por mais tempo na empresa, o que evita gastos com seleção e recrutamento.

O assunto, recentemente, também foi tema no site Superempreendedores.com. Você tem acesso ao artigo clicando aqui.

É por isso que problemas com colaboradores merecem atenção e, mais do que isso, soluções efetivas. A seguir, falaremos sobre quatro opções que vão ajudar a sua empresa a lidar com problemas que podem afetar esse recurso tão valioso. Porque não tem outra saída! 🙂

 

1. Softwares de gestão de faltas de colaboradores

Se os colaboradores são tão valiosos para as corporações, tê-los faltando com muita frequência é um grande e grave problema. De nada adianta ter um bom time se ele não consegue, de fato, estar presente e produtivo.

O absenteísmo é um grande inconveniente dentro das empresas e precisa de uma gestão séria e de qualidade. Para isso, aliás, já existem opções modernas disponíveis no mercado que vão ajudar a empresa a gerir e resolver esse problema. 

Os softwares de gestão de faltas vão ajudar na hora de contabilizar o tempo de afastamento, os motivos, as horas extras e de gerir tudo que está relacionado ao absenteísmo. Assim, a ferramenta fornece uma visão geral e completa do problema para que a empresa adote as soluções mais eficientes para resolvê-lo.

(A RH Health tem uma solução para isso, e vamos falar um pouco sobre ela mais abaixo, no fim deste post.)

 

2. Programa de qualidade de vida: mais saúde e melhor clima organizacional

Para preservar a equipe de colaboradores dentro da empresa e mantê-la trabalhando em alta performance, é preciso cuidar das pessoas. Pessoas doentes e infelizes têm baixo desempenho. O médico Ricardo de Machi, especializado em saúde ocupacional, em entrevista à revista “Exame”, traça um paralelo para explicar isso.  

“É como em um time de futebol. Se o jogador está machucado, ele vai ter um desempenho pior e a equipe vai ter uma produtividade menor.”

Sendo assim, para manter “o time em campo e jogando bem”, é preciso cuidar da saúde e do clima organizacional. Por isso, investir em qualidade de vida é o ideal, já que ações desse tipo vão proporcionar mais saúde e ainda vão melhorar o ambiente de trabalho.  

 

3. Soluções para a prevenção de acidentes dos colaboradores

Os acidentes de trabalho também são um grande problema que as empresas enfrentam com os colaboradores. O funcionário pode ter a saúde seriamente prejudicada, assim como perder a vida, em um acidente. Já a empresa pode ter de lidar com sérias consequências, com impactos financeiro e judicial. Cerca de 700 mil pessoas sofrem acidentes de trabalho anualmente no Brasil, e isso acarreta custos que chegam a mais de R$ 22 bilhões.

Diante disso, opte por ações que ajudem a implantar a ergonomia dentro da empresa. Isso ajudará a seguir a regulamentação das normas trabalhistas, a proteger a equipe e, ainda, proporcionar mais qualidade de vida e produtividade.

Ainda mais agora, com o eSocial, que fará com que todo tipo de fiscalização fique mais intensa…

 

4. Mapeamento de riscos à saúde com base no histórico do indivíduo

O mapeamento de riscos à saúde já é um velho conhecido das empresas. É possível (e necessário) ter um histórico de saúde pessoal e familiar do trabalhador. Assim, consegue-se ajudar no mapeamento de possíveis riscos à saúde que possam comprometer a vida do profissional, ajudando a dar uma melhor qualidade de vida para cada indivíduo. Com isso, dá para cuidar da saúde do empregado e da empresa.

Uma plataforma que faça esse tipo de escaneamento permite o cruzamento de dados obtidos de diversas fontes para construção do perfil de risco do colaborador, com o objetivo de direcionar os investimentos realizados em prevenção de doenças e promoção de saúde.

Com os dados dele em mãos, então, você “faz o que quiser”. Pode orientá-lo a ter hábitos de vida mais saudáveis, fornecer conteúdo específico para a condição dele, alertá-lo sobre a necessidade de visitar um médico especialista com mais frequência, mostrá-lo a importância de estudar e conhecer melhor o problema dele…

As possibilidades são muito numerosas, mas é preciso ter a iniciativa de ir atrás delas.

 

Que tal colocar isso em ação?

Bom, o que você achou dessas sugestões? Deu para visualizar os bens que podem ser colhidos, tanto para saúde, segurança, motivação e produtividade do colaborador quanto para a sua empresa?

O negócio, então, é estudar como colocar isso em ação na sua corporação. Estude maneiras de desenvolver isso e aplicar da maneira mais adequada. Certamente, existe um espaço aí para movimentar o setor de saúde e segurança do trabalho, com medidas positivas.

Caso você precise de ajuda, que tal avaliar a contratação de uma empresa de gestão de saúde ocupacional? E, sendo assim, que tal conhecer um pouco mais sobre a RH Health?

 

A RH Health pode te ajudar!

RH Health é uma empresa de gestão de saúde ocupacional e, assim, pode te ajudar a implementar um plano adequado para a realidade da sua empresa. Nós nos orgulhamos de dizer que gostamos muito dos conceitos que se aplicam à nova saúde ocupacional.

Mas o que é isso? Bom, fizemos um texto bem detalhado sobre o assunto, e você tem acesso a ele clicando aqui.

Adoramos tecnologia, investimos nela e fazemos de tudo para disponibilizar para você o que há de melhor. Na RH Health, certamente, o conceito de empoderar o cliente está na cabeça de todos da equipe.

Até porque você vai perceber que, depois de tudo em ordem, vai ser muito melhor para a rotina da sua empresa, pois estará sempre em dia com as obrigações.

Podemos auxiliar nesse processo, principalmente, porque:

  • Temos todo o know-how na área, com mais de 100 mil vidas atendidas
  • Focamos na qualidade do serviço que prestamos e, principalmente, no atendimento, o que consideramos ser um dos nossos diferenciais
  • Temos um sistema desenvolvido por nós mesmos, o IT.Health, totalmente parametrizado para o eSocial, que vai permitir que você tenha um controle pleno sobre esse setor da sua empresa (quer receber uma demonstração dele? Basta clicar neste link)
  • Temos uma equipe treinada e em constante atualização a sua disposição
  • Sabemos exatamente quais são os seus problemas e, assim, o que fazer para resolvê-los
  • Contamos com mais de 1,8 mil clínicas credenciadas espalhadas pelo Brasil para atender a qualquer demanda
  • E, principalmente, porque o nosso objetivo, afinal, é um só: cuidar da saúde das pessoas

Que tal, então, bater um papinho com a gente?

 

Leia mais:

Reduzir custos na saúde ocupacional: entenda como fazer isso
https://www.rhhealth.com.br/como-reduzir-custos-na-saude-ocupacional/

Prevenção e predição: aliadas poderosas das empresas
https://www.rhhealth.com.br/prevencao-e-predicao-saude-ocupacional/

Por que vale a pena investir na gestão de saúde ocupacional
https://www.rhhealth.com.br/saude-ocupacional-investir-gestao/

Mapeamento de riscos: dicas para tomar as melhores decisões
https://www.rhhealth.com.br/mapeamento-de-riscos-decisoes/