Laudo ergonômico e análise ergonômica: qual é a diferença entre eles?

By 17 de dezembro de 2018
Laudo ergonômico e análise ergonômica

Certamente, você já deve ter ouvido falar sobre esses dois termos. Mas qual é a diferença entre análise ergonômica do trabalho e laudo ergonômico?

Qual dos dois é obrigatório? Ou os dois são? Porque existe uma relação entre eles.

Afinal de contas, parecem tão parecidos, certo?

Vamos, então, a algumas respostas e explicações…

 

A análise ergonômica

Análise Ergonômica do Trabalho (AET) é uma ação obrigatória para todas empresas, mas pouca gente sabe disso.

Contemplada na NR (Norma Regulamentadora) 17, tem como objetivo “avaliar a adaptação das condições de trabalho às características psicofisiológicas dos trabalhadores. Cabe ao empregador realizar a análise ergonômica do trabalho, devendo a mesma abordar, no mínimo, as condições de trabalho”, segundo definição que consta no parágrafo 17.1.2 dessa NR, no site do Ministério do Trabalho (que pode ser conferida, na íntegra, clicando aqui).

A ideia é dar o máximo de conforto, segurança e desempenho eficiente aos trabalhadores no ambiente de trabalho em que ficam instalados.

Essas condições incluem:

  • Levantamento, transporte e descarga de materiais
  • Mobiliário adequado no ambiente de trabalho
  • Equipamentos e condições ambientais no ambiente de trabalho
  • Organização do trabalho
  • Avaliação de luminosidade e ruídos no local
  • Avaliação de temperatura
  • Umidade relativa do ar
  • E, acredite, até mesmo a velocidade do ar que circula no local

Sobre a Análise Ergonômica do Trabalho, é preciso entender que:

  • A NR 17 não deixa claro quem é o profissional que tem de elaborar e assinar uma AET. Diz, apenas, que ele tem de ter conhecimento técnico em ergonomia, o que abre um campo de possibilidades para médicos do trabalho, técnicos em segurança do trabalho, engenheiros em segurança do trabalho e enfermeiros do trabalho, mas até mesmo para fisioterapeutas e professores de educação física
  • A periodicidade de uma AET é de um ano. Menos do que isso, apenas em casos em que aconteçam mudança do processo produtivo (reformas, instalação de maquinário, alteração das condições de trabalho de um ambiente, mudança do ambiente externo e ao redor daquele que tem de ser avaliado)
  • Se bem feita e mantida atualizada, evita acidentes e doenças de trabalho, e, consequentemente, altos níveis de absenteísmo, baixa produtividade e eventuais ações trabalhistas

 

O laudo ergonômico

O laudo ergonômico é um documento muitas vezes exigido por um juiz na hora de se avaliar uma situação em um processo ou ação trabalhista.

Ou seja, existe a necessidade de se confirmar ou não, por exemplo, se uma reclamação tem relação a uma questão ergonômica e, para isso, o juiz pede esse laudo.

Não existe nem sequer um roteiro para esse laudo ergonômico. A justiça pode requisitar alguns detalhes específicos, mas, normalmente, eles estão detalhados no processo.

Assim sendo, ele não é obrigatório nem está descrito em alguma norma regulamentadora. Não se trata de um procedimento de rotina, mas está avalizado pela resolução Confea 437, de 27 de novembro de 1999.

 

A RH Health pode te ajudar!

RH Health é uma empresa de gestão de saúde ocupacional. Assim, pode te ajudar a implementar um plano adequado para a realidade da sua empresa. E isso, evidentemente, apoiado por um bom sistema para gerenciar essas questões ocupacionais.

Nós nos orgulhamos de dizer que gostamos muito dos conceitos que se aplicam à nova saúde ocupacional.

Mas o que é isso? Bom, fizemos um texto bem detalhado sobre o assunto, e você tem acesso a ele clicando aqui.

Adoramos tecnologia, investimos nela e fazemos de tudo para disponibilizar para você o que há de melhor. Na RH Health, certamente, o conceito de empoderar o cliente está na cabeça de todos da equipe.

Até porque você perceberá que, depois de tudo em ordem, vai ser muito melhor para a rotina da sua empresa. As obrigações estarão sempre em dia.

Podemos auxiliar nesse processo, principalmente, porque:

  • Temos todo o know-how na área, com mais de 100 mil vidas atendidas
  • Focamos na qualidade do serviço que prestamos e, principalmente, no atendimento, o que consideramos ser outro dos nossos diferenciais
  • Temos um sistema desenvolvido por nós mesmos, o IT.Health, totalmente parametrizado para o eSocial. Ele vai permitir que você tenha um controle pleno sobre esse setor da sua empresa (quer receber uma demonstração? Basta clicar neste link)
  • Temos uma equipe treinada e em constante atualização a sua disposição
  • Sabemos exatamente quais são os seus problemas e, assim, o que fazer para resolvê-los
  • Contamos com mais de 1,8 mil clínicas credenciadas espalhadas pelo Brasil para atender a qualquer demanda
  • E, principalmente, porque o nosso objetivo, afinal, é um só: cuidar da saúde das pessoas

Que tal bater um papinho com a gente para começarmos, assim, a cuidar disso tudo?!?!

Afinal de contas, o laudo ergonômico pode não ser obrigatório, mas a análise ergonômica é!

 

Leia também:

Boa ergonomia no trabalho: para mantê-la, evite estes cinco riscos
https://www.rhhealth.com.br/boa-ergonomia-evite-cinco-riscos/

Mitos e verdades sobre saúde ocupacional
https://www.rhhealth.com.br/mitos-e-verdades-sobre-saude-ocupacional/

Colaboradores com problemas? Conheça quatro opções que vão ajudar a sua empresa
https://www.rhhealth.com.br/problemas-com-colaboradores/

Tem pelo menos um funcionário? Conheça, então, as suas obrigações
https://www.rhhealth.com.br/tem-pelo-menos-um-funcionario/