Exame admissional: o que o seu cliente precisa saber

By 28 de maio de 2018 março 14th, 2022 eSocial, Exames, Medicina do trabalho, Saúde ocupacional, Slider
Exame admissional

O exame admissional é parte integrante do processo seletivo da empresa, não sendo de responsabilidade do Serviço de Saúde Ocupacional informar ao candidato se está apto ou inapto para o exercício da função.

Por isso, no blog post de hoje vamos falar sobre alguns aspectos relevantes do exame admissional para você fornecer as informações que o seu cliente precisa saber. Confira.

Afinal, o que é o exame admissional?

Como o próprio nome já sugere, o exame admissional faz parte do processo de admissão, ou seja, de contratação de um funcionário. Seu objetivo é garantir que as capacidades, necessidades e limitações fisiológicas e psicológicas do candidato sejam compatíveis com o cargo que ocupará.

O exame é realizado exclusivamente pelo médico do trabalho. É realizado exame clínico, exames laboratoriais básicos, exames complementares para esclarecimento de diagnósticos e exames específicos de acordo com a função que será exercida.

  • Qual a obrigatoriedade?

Como vimos, os exames médicos admissionais são obrigatórios. Podem ser consultados através dos links:

Artigo 168 da CLT – (Consolidação das Leis do Trabalho)

Nova NR7 – Programa de Controle Médico e Saúde Ocupacional

Como acontece o exame admissional?

O exame é iniciado com uma entrevista. O médico examinador faz uma série de perguntas sobre doenças, licenças em empregos anteriores e busca entender quais foram os prováveis agentes nocivos aos quais o trabalhador teve contato. Ao fim da consulta é emitido o Atestado de Saúde Ocupacional (ASO).

Quais exames devem ser feitos?

  • Controle dos sinais vitais
  • Pressão Arterial
  • Pulso
  • Respiração
  • Temperatura
  • Índice de Massa Corporal (IMC)
  • Acuidade Visual
  • Ausculta cardíaca
  • Aplicação do questionário sobre doenças de família e quadro clínico geral do funcionário

Alguns exames complementares podem ser necessários, O PCMSO (Programa de Controle Médico e Saúde Ocupacional) determina os exames específicos para cada trabalhador, levando em consideração os riscos identificados e quantificados no PGR (Programa de Gerenciamento de Risco).

Atenção! Existem exames que não devem ser feitos

Para evitar que a contratação assuma um caráter discriminatório, que pode, posteriormente, levar a um processo judicial, os seguintes exames não devem ser feitos:

  • Teste de gravidez
  • Teste de esterilidade
  • Teste de HIV/AIDS

Afinal de contas, os resultados de testes assim não são determinantes para avaliar se um colaborador é ou está apto para exercer alguma função. Tais resultados podem causar constrangimento ao funcionário e, por isso, não podem ser exigidos pelas empresas.

Qual a importância do exame admissional para uma boa contratação?

O exame admissional é fundamental para verificar a aptidão do funcionário para assumir o cargo. Contudo, a importância desse exame vai muito além.

O exame admissional também ajuda na hora de fornecer orientação ao novo funcionário, para que ele exerça a função respeitando suas características, limitações e potencialidades. Assim, a empresa ganha em alguns pontos importantes:

Quando a empresa possui um relatório detalhado sobre a saúde do novo funcionário, ela consegue cuidar melhor da saúde ocupacional dele, evitando futuros problemas. Ao agir assim, garante o cumprimento das normas regulamentadoras e da legislação trabalhista.

Mãos à obra!

E aí? Pronto para orientar os seus clientes?

Busque sempre informações que o ajudem a tratar esse tipo de assunto da melhor maneira possível. Além de se garantir legalmente, vai fazer com que os colaboradores da sua empresa sempre estejam bem. Com eles e para você.

Dessa maneira, você pode assumir uma postura de consultor para conquistar e fidelizar mais clientes.

Alinhado com o eSocial

Mais um “pequeno detalhe” importante: a realização do exame admissional é uma das obrigações que serão controladas cada vez mais de perto pelo eSocial.

Na verdade, sempre foi uma obrigação. Mas, a partir de agora, o governo federal vai ter como controlar e monitorar de maneira muito melhor caso exista alguma irregularidade na sua empresa em relação a isso.

Se você ainda tem alguma dúvida sobre o eSocial, baixe agora o infográfico “SST no eSocial: o que você precisa saber para evitar multas!“, nossos especialistas criaram um material rico para sanar todas as dúvidas sobre as exigências dos eventos relacionados à saúde e segurança do trabalho. Acesse aqui para baixar o infográfico.