COMO IDENTIFICAR OS SINTOMAS DE ANSIEDADE

By 3 de outubro de 2016Slider

Os sintomas de ansiedade podem se manifestar de forma física, como a sensação de aperto no peito e tremores, ou emocional, como a presença de pensamentos negativos, preocupação ou medo. Também é comum que vários dos sintomas surjam ao mesmo tempo.
A ansiedade pode incapacitar o indivíduo de realizar as tarefas do dia a dia e provocar a sensação de pânico. Nesses casos, o acompanhamento médico é fundamental. Seja para desenvolver o autocontrole durante as crises ou para tratar da doença, a orientação de um psicólogo e de um psiquiatra é essencial.

DIAGNÓSTICO:

O médico ou psicólogo irá procurar antes de tudo a origem das crises de angústia. Se a ansiedade provier de distúrbios cardiovasculares, ele irá encaminhar o paciente a um especialista que efetuará um eletrocardiograma.
Para os distúrbios respiratórios, o médico investigará a capacidade respiratória do paciente por meio de instrumentos de medição do sopro (peak flow).

Para a ansiedade de origem psíquica, o médico fará perguntas para verificar o histórico do paciente a fim de identificar as causas das crises de angústia.

Alguns especialistas se baseiam nos seguintes sintomas como critérios de diagnóstico:

  • • ansiedade ou preocupação excessiva, durante a maioria dos dias por pelo menos seis meses, em relação a atividades e/ou eventos;
  • • a preocupação é difícil de controlar e bastante abrangente;
  • • associação com pelo menos três dos sintomas a seguir (estes sintomas devem estar presentes na maioria dos dias dos últimos seis meses): inquietude, facilmente fadigado, dificuldade de concentração ou problemas de memória, irritabilidade, tensão muscular e distúrbios no sono; e
  • • a ansiedade, preocupação ou sintomas físicos causam sofrimento ou comprometimento em áreas funcionais importantes (social, ocupacional etc), clinicamente significantes.

TRATAMENTO:
Existem três tipos de tratamento para os transtornos de ansiedade:

  • • Medicamentos (sempre com acompanhamento e receita médica);
  • • Psicoterapia com psicólogo ou médico psiquiatra; e
  • • Combinação dos dois tratamentos (medicamentos e psicoterapia).

A maior parte das pessoas com ansiedade começa a se sentir melhor e retoma as suas atividades depois de algumas semanas de tratamento. Por isso, é importante procurar ajuda especializada na unidade de saúde mais próxima. O diagnóstico precoce e preciso da ansiedade, o tratamento eficaz e o acompanhamento a longo prazo são imprescindíveis para obter melhores resultados e menores prejuízos.

Leave a Reply