Colaboradores na melhor idade

By 17 de junho de 2019 Slider
Senhor usando o computador

Em sua maioria, os colaboradores estão chegando a sua melhor idade. A população está envelhecendo e o mercado já está se preparando para acompanhar esse processo, sem afetar o sistema de forma drástica. Mas as mudanças nas empresas deverão começar agora. A intenção é  atender o quadro do mercado daqui 20 anos com excelência.

Segundo a projeção de 2018 do IBGE, até 2042, o número de idosos no Brasil deve dobrar. Ou seja, os idosos serão 25% da população, sendo grande parte ainda ativa no mercado de trabalho.

Mas as mudanças não acabam por aí. Em 2047 a população começa a cair, junto com a taxa de fecundidade. Em outras palavras, as empresas precisarão lidar com colaboradores mais velhos, quadros instáveis e a entrada de cada vez menos jovens.

Como lidar com o envelhecer

Os gestores devem ter em mente 2 fatores essenciais: a saúde e a atualização. Embora o mercado caminhe para a variedade de serviços terceirizados e colaboradores com mais de uma atividade para renda, a população mais velha e algumas empresas ainda se adaptam melhor à atividades estáveis. Isso significa mais atenção aos benefícios como alimentação, transporte e plano de saúde.

Apesar de o aumento dos gastos com saúde parecerem inevitável, não são valores perdidos. Grandes grupos de supermercados e universidades são as empresas que mais contam com a força de trabalho desse grupo e afirmam encontrar nos colaboradores idosos mais paciência, observação, interesse e fidelidade. Com isso, as empresas já estão se preparando para o futuro.

Porém, para isso também é necessário mantê-los atualizados. Por isso as empresas, cada vez mais automatizadas, devem se atentar a instruir os colaboradores acima dos 55 anos a usar os dispositivos de trabalho, além de estimular os estudos.

O mercado está preparado para a melhor idade?

Como se preparar para atender os colaboradores nas melhor idade? Quando se fala em saúde ocupacional, os primeiros pontos a serem lembrados são PCMSO e PPRA, o Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional e o Programa de Prevenção de Riscos Ambientais. Embora sejam voltados para todos os colaboradores, independente da idade e do sexo, devem ocorrer mudanças quanto ao mapeamento de riscos de cada empresa e nos exames ocupacionais exigidos.

Visto que o número de colaboradores idosos não era tão grande quanto hoje, não existem especificidades para esse grupo. Por isso é necessário se atentar a futuras mudanças.

 

A RH HEALTH PODE AJUDAR VOCÊ

Somos uma empresa de gestão de saúde ocupacional e acreditamos na tecnologia para otimizar os processos de sua empresa. A saúde ocupacional evoluiu, e nós evoluímos com ela. Quer entender como? Nós te contamos aqui.

– Atendemos mais de 100 mil vidas

– Nosso software exclusivo é totalmente parametrizado ao eSocial, que permite controle pleno sobre os setores da empresa (Peça sua demonstração aqui)

– Nossa equipe é treinada para estar sempre a sua disposição

– Temos mais de 1,8 mil clínicas credenciadas espalhadas pelo Brasil para atender a qualquer demanda

Conte com a nossa consultoria para cuidar da sua empresa. Gestores e parceiros, agora têm a solução. RH Health, plataforma de gestão de saúde corporativa.