O que os colaboradores querem hoje?

By 19 de dezembro de 2017Saúde ocupacional
o-que-os-colaboradores-querem-hoje

Para muitos, salário e benefícios são os únicos elementos determinantes na busca por uma vaga ou na permanência em um emprego. De fato, eles são muito importantes, mas não são os únicos quesitos que os colaboradores buscam nos dias atuais.

Qualquer trabalhador deseja estar em uma empresa onde o salário é compatível com suas funções e que permita levar uma vida confortável, possibilitando a realização de viagens, lazer, aquisição de bens variados, cuidados com as pessoas que ama. As melhores empresas brasileiras para se trabalhar, aliás, têm em comum o fato de oferecerem boas oportunidades de carreira e desenvolvimento humano.

Outros pontos também fazem parte da lista de desejos dos trabalhadores, que levam em conta esses benefícios por entenderem que complementam a remuneração. Entre os mais usuais estão planos que englobam aperfeiçoamento profissional, gratificação,  auxílio medicamento, automóvel,  empréstimo, entre outras muitas possibilidades que mudam de organização para organização – natural, uma vez que cada uma tem um perfil de negócios e de funcionário.

Trabalhar em um espaço aconchegante

Redes ou um bom sofá para tirar uma soneca, máquinas de fliperama, mesa de sinuca ou videogame… Acessórios deste tipo, cada vez mais, são usados por muitas organizações que optaram por trocar a sisudez do ambiente corporativo tradicional por uma leveza capaz de deixar os colaboradores mais à vontade e motivados.

Muitas vão além, permitindo o uso de roupas informais (até bermuda é permitido em alguns locais) e tornando a empresa em sonho de consumo  de muitas pessoas.

Cuidados com a saúde mental

Engana-se, porém, quem acredita que somente com um ambiente desse tipo será possível obter total satisfação dos colaboradores. Há vantagens que não estão relacionadas com retorno financeiro ou com as condições físicas do ambiente corporativo e que fazem toda a diferença.

Preocupar-se com a saúde mental dos funcionários, gerando o bem estar necessário para que produzam o máximo possível deixou de ser uma tendência entre poucas instituições, para fazer parte da rotina empresarial.

Essa mudança demonstra que os gestores descobriram que um colaborador feliz significa maior produtividade e empenho do desenvolvimento de tarefas. Aulas de yoga, por exemplo, são oferecidas por organizações que conseguem, com essa simples ação, diminuir o nível de ansiedade entre seus colaboradores.

Saúde física é sempre prioridade

Cuidar da saúde física dos funcionários é, acima de tudo, uma decisão inteligente porque colaborador e empresa se beneficiam desse processo.  Muito mais do que garantir exames admissionais e demissionais, a Saúde Ocupacional age de forma estratégica evitando doenças e acidentes dentro do ambiente corporativo.

Ações simples como desenvolvimento de programas para alimentação saudável, exercícios físicos regulares, prevenção de hipertensão, diabetes e obesidade, programas de saúde mental, alívio do estresse e cansaço,  promovem a saúde e resultam em maior qualidade de vida dos colaboradores. E essas medidas vão além: educando os participantes desses programas e, muitas vezes, transformando-os em agentes multiplicadores dessas informações, começando com melhorias dentro do próprio lar.

Chegamos, assim a uma combinação perfeita: profissionais mais seguros, mais motivados e mais felizes, resultando em maior produtividade para a empresa. Ficou interessado, certamente. Então, use nossa experiência para conseguir esses mesmos resultados. A RH Health está aqui para ajudar!