Como otimizar investimentos em Saúde Ocupacional e ganhar em inteligência

By 4 de janeiro de 2017Saúde ocupacional
como-otimizar-investimentos-em-saude-ocupacional-e-ganhar-em-inteligencia

A preocupação com a Saúde Ocupacional está diretamente ligada à produtividade e lucratividade da empresa. Otimizar investimentos neste campo, portanto, interfere diretamente na qualidade de vida do trabalhador, oferecendo bem estar físico, emocional e prevenindo eventuais riscos no ambiente de trabalho.

Pesquisa realizada pelo SESI (Serviço Social da Indústria), em 2016, reforça essas afirmativas. Das 500 empresas – de médio e grande porte – que participaram do estudo, 48% afirmaram que ações que promovem a saúde dos funcionários reduzem faltas; 43,6% entendem que elas aumentam a produtividade e 34,8% que reduzem custos.

O benefício é comprovado. Porém, em meio a tantos assuntos a serem resolvidos, como cuidar desse tema tão importante para o bom rendimento da organização? Confira algumas dicas importantes a seguir.

Conheça as necessidades de seu cliente

Cada empresa é uma organização única, com suas particularidades, características, valores. Até mesmo filiais de uma mesma organização podem ter pontos diferentes entre si. Por isso, é preciso conhecer muito bem o cliente para poder oferecer o que ele realmente necessita, gerando bons resultados e estabelecendo uma relação de confiança entre ambas as partes.

Para identificar as necessidades do cliente é preciso conhecê-lo a fundo, bem como o mercado em que ele está inserido – e até os concorrentes – e isso pode ser conseguido com pesquisas na internet e através de conversas com o próprio cliente.

Após esse levantamento, será possível entender com clareza as carências que precisam ser suprimidas e os produtos adequados para atendê-las. Lembre-se: vender bem, não é vender um monte de produto, mas oferecer o que o cliente precisa, de fato.

Use a tecnologia em seu benefício

O mercado oferece softwares especializados na gestão do setor de saúde e segurança do trabalho. Eles simplificam a difícil tarefa de acompanhar e controlar questões legais e administrativas de saúde ocupacional e a qualidade de vida dos funcionários, evitando a perda de documentos e dados clínicos, além de otimizar o tempo dos gestores.

A escolha deve se pautar em alguns aspectos como: módulos oferecidos pela ferramenta; o investimento; se há a possibilidade de integração com outros softwares usados pelo setor de recursos humanos; se é ágil, intuitivo e seguro; qual a relação custo e benefício.

Outro ponto importante é o treinamento de toda equipe que fará uso das ferramentas, tirando todo o proveito possível da tecnologia.

Conte com especialistas para otimizar investimentos e ganhar em inteligência

Quando o assunto é saúde, é imprescindível contar com médicos, dentistas, nutricionistas psicólogos, técnicos em segurança do trabalho, entre outros profissionais de saúde. Trata-se de uma extensa rede de prestadores de serviços que pode ser difícil de ser administrada.

Mesmo a escolha do software mais indicado para as particularidades da instituição podem ser um grande desafio, em função das variedades de produtos e preços oferecidos.

Para facilitar todo esse processo, em muitos casos, o indicado é contar com os serviços especializados de uma empresa que disponibilize todo seu know how e inteligência no setor, oferecendo rede credenciada em todo o Brasil, sistema de gestão online, processo internos rigorosos, para garantir total o cumprimento das normas regulamentadoras da área e protocolos médicos internacionais.

A utilização de protocolos médicos validados, garante que as informações coletadas ofereçam todos os dados médicos necessários para a tomada de decisão de investimentos em saúde.

A Saúde Ocupacional, cada vez mais, tem sido vista como estratégica dentro da estrutura organizacional e as informações, cada vez mais apuradas, têm ajudado a desmistificar a área, otimizando investimentos e tornando-os mais inteligentes e eficazes.